ANADEP elege nova diretoria para biênio 2021-2023

Article show big c69a10d655ce93c5

A defensora pública do Acre Rivana Ricarte será a próxima presidenta da Associação Nacional das Defensoras e Defensores Públicos (ANADEP) durante o biênio 2021-2023. A eleição ocorreu durante assembleia geral ordinária, na quinta-feira (10/12), na sede da ANADEP, em Brasília. Na ocasião também foram eleitos os demais integrantes dos conselhos Diretor, Consultivo e Fiscal da Entidade. A votação ocorreu de 10h às 15h e foi acompanhada pela comissão eleitoral. 
 
A chapa "Integração: diálogo e ação para garantia de prerrogativas e direitos", recebeu 326 votos válidos, 296 votos on-line de associadas e associados de todas as unidades da federação e 3 presenciais e 27 de presidentes de Associações Estaduais e Distrital. Foi a eleição que mais teve votos na história da entidade e a primeira vez que foi eleita uma chapa cujos cargos de presidenta e vice-presidenta institucional são ocupados por mulheres. Rivana Ricarte será a terceira mulher a ocupar a cadeira da presidência da ANADEP e a primeira representante da região Norte no cargo.

As vice-presidências da chapa serão compostas pela defensora pública do Distrito Federal Rita Lima (vice-presidente institucional); pelo defensor público de Minas Gerais Flávio Wandeck (vice-presidente jurídico-legislativo); e pelo defensor público de São Paulo Augusto Barbosa (vice-presidente administrativo). 
 
Rivana Ricarte destacou que a nova diretoria, que reúne defensoras e defensores públicos de todos as unidades da federação visa a uma construção coletiva e participativa entre as entidades associativas estaduais e demais associadas e associados. “Teremos muito trabalho nos próximos dois anos, principalmente no âmbito jurídico e legislativo. O nosso objetivo é que pautados nos valores da integração, experiência, diálogo, inovação, ação, ética e transparência que permeiam toda a diretoria, a partir de um olhar interseccional em nossas práticas e eventos, fortalecer a carreira e enfrentar os principais desafios que se apresentarão para a Defensoria Pública e para todas as defensoras e defensores no próximo biênio (2021/2023), através de um trabalho coeso e de permanente diálogo com as associadas e associados”. A presidenta eleita também agradeceu o voto de cada um.

Ao todo, a nova diretoria focará em oito eixos de atuação: fortalecimento associativo, defesa institucional, diálogo interistitucional, comunicação associativa, aperfeiçoamento e capacitação, atuação afirmativa de gênero e raça, pesquisa e desenvolvimento e atuação internacional. 
 
Ao final, o presidente da ANADEP, Pedro Coelho, agradeceu a participação de todas e todos na eleição. Ele também fez uma referência especial às diretoras e diretores que fizeram parte de sua gestão no último biênio. “Foram dois anos de muito trabalho de toda a diretoria. Agradeço a todas e todos que se dedicaram tanto à nossa associação nesses dois anos de muitos desafios e conquistas.”, disse.

Na AGO estavam presentes e representantes das Associações Estaduais: ADPESE, ADPACRE, ADEPAL, ADEPAP, ADEP-BA, AGDP, AMDEP, ADPEMA, APIDEP, APADEP, ADEPESC, ADPERGS, ADPER, AMDEPRO, ADPETO e participaram remotamente representantes da ADEPAM, ADPEC, ADEP-DF, ADEPES, ADEP-MS, ADEP-MG, ADPEP-PA, ADEPAR, ADEPEPE, APDP, ADPERN E ADPERJ. Participaram presencialmente as associadas Cecília Dantas (GO), Mariana Py (RS) e o associado Stélio Dener (RR).
 
A posse dos novos integrantes dos Conselhos da ANADEP será no dia 09 de fevereiro de 2021, em Brasília. Horário e locais serão divulgados posteriormente.


Fonte: Ascom ANADEP
 

Compartilhe:

Outras Notícias

Article show big 59128e9f3bdf4100
Article show big 8929530dba411c4c
Article show big ad30ddbc391347cc