Análise do projeto sobre porte de armas é adiada para essa semana

Article show big c7aee0359c8bacdc

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), decidiu adiar para a essa terça-feira (5/11) a análise do projeto que torna menos rigorosas as regras para porte e posse de armas de fogo (PL 3723/19). A discussão sobre o projeto iniciou-se nas sessões do dia 29 e 30, mas a apresentação de obstruções levou ao adiamento da votação. 

Os partidos firmaram acordo para que o deputado Alexandre Leite (DEM-SP) apresente uma emenda, que abordará apenas o trecho referente aos CACs — colecionadores, atiradores esportivos e caçadores, e deverá ser votada na próxima semana. 

O PL 3723/2019 é uma das matérias que tem recebido atenção da ANADEP durante as atividades legislativas. Através do deputado Lincoln Portela (PL-MG), a entidade apresentou emenda para incluir a prerrogativa de porte de arma a membros da Defensoria Pública.

Nesse ponto, não custa lembrar que os membros das Defensorias Públicas podem ser arrolados no mesmo patamar de riscos a que estão sujeitos os magistrados, os membros dos Ministérios Públicos, os agentes do fisco, os policiais e outros servidores já beneficiados por dispositivos que incluem o porte de arma entre suas prerrogativas.

Durante a votação em Plenário, há a possibilidade de os deputados apresentarem outros destaques para reincluir trechos relacionados ao porte e posse de armas. 

A emenda apresentada pela ANADEP já  recebeu o Destaque 8 pelo PL, devendo assim ser levada para apreciação em separado, após a votação do texto principal. A ANADEP continuará monitorando a matéria na próxima semana.


Fonte: Ascom ANADEP

Compartilhe:

Outras Notícias

Article show big 48461430550a6f90
Article show big bda3c6a011a1977f
Article show big de38ae03eaea20e1