Atividades legislativas

Article show big 41d669bba2daa01a

Durante a terça e quarta-feira (16 e 17/5), membros da diretoria da ANADEP e representantes das Associações Estaduais trabalharam por melhorias no texto da Reforma da Previdência. Os defensores dialogaram com diversos deputados e com líderes das bancadas partidárias sobre o tema.
 
Entre os deputados contactados estão, os líderes Arnaldo Jordy (PPS), Baleia Rossi (PMDB), Carlos Zarattini (PT), Eros Biondini (PROS) e o deputado Rubens Bueno (PPS/PR).
 
Participaram das atividades legislativas, o diretor para assuntos legislativos da ANADEP e vice-presidente da ADEP-MG, Flávio Wadeck, as presidentes da ADPERJ, Juliana Lintz e da AMDEP, Tathiana Mayra Torchia Franco, e o presidente da APADEP, Leonardo Scofano.
 
Durante as reuniões, os parlamentares têm sido unânimes sobre ainda haver alguns pontos que podem ser aprimorados, como o cálculo da aposentadoria por invalidez, a cumulação de benefícios previdenciários, o tempo mínimo de contribuição do trabalhador rural e a regra de transição para os servidores que ingressaram até dezembro de 2003.
 
Incumbido pelo líder do PSDB a cuidar do tema regra de transição, o deputado Carlão Sampaio, na última semana, foi enfático ao garantir que o PSDB não apoiará a PEC se ela não previr alguma transição para os servidores mais antigos.
 
Para ser aprovada, por ser uma proposta de emenda à constituição, a Reforma da Previdência precisa dos votos de 60% dos deputados, ou seja, requer a aprovação de 308 votos, em duas votações.

Fonte: Ascom Anadep
 
Compartilhe:

Outras Notícias

Article show big 146b7b4b96748d11
Article show big 0544d060354b609a
Article show big 19423f3343efcb4b