Defensoria Pública recebe “Prêmio Valores Familiares, Genealógicos e Comunitários na categoria: Respeito e Cidadania”

Article show big 9922c32bbb4e4371

O Projeto Defensor Público na sua Comunidade da Defensoria Pública do Estado de Sergipe recebeu, na noite de sábado (2/11), o “Prêmio Valores Familiares, Genealógicos e Comunitários na categoria: Respeito e Cidadania”. Concedido pela Igreja Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias – Estaca Aracaju Brasil Sul, a homenagem simboliza o reconhecimento do trabalho da Defensoria Pública em prol dos mais carentes, através de mutirões de atendimento com diversos serviços essenciais.  

O Prêmio foi entregue à defensora pública, diretora da Central de Mediação e idealizadora do projeto, Isabelle Peixoto (foto). “O Prêmio traz em seu nome valores que nos são tão caros: familiares e comunitários, e que devem ser protegidos e priorizados na formação de uma sociedade digna. O defensor público não só garante a universalização do acesso do cidadão à justiça, por meio de ajuizamento de ações ou atuação no judiciário, como também é um agente de transformação social e deve imergir nas comunidades mais carentes, buscando a diminuição das desigualdades sociais, a pacificação social, a efetivação de direitos e a resolução de conflitos. Agradeço à administração geral da Defensoria, aos servidores e funcionários terceirizados pelo apoio, pela valiosa parceria, organização e por vestirem a camisa do projeto”, destacou.

Para o presidente da Estaca Aracaju Brasil Sul, Ricardo Lima, os homenageados buscam fazer a diferença na vida das pessoas. “Cada instituição e pessoa homenageada procura de alguma forma melhorar a vida das pessoas levando valores e conceitos que venham internalizar e tornarem pessoas melhores. Sabemos que a população carente necessita de orientação e a Defensoria ajuda realmente as pessoas que, muitas vezes, não sabem a quem recorrer. É um trabalho importantíssimo desenvolvido através da defensora Dra. Isabelle e que a igreja reconhece através dessa homenagem”, pontuou.

Além da Defensoria Pública com o “Projeto Ser Pai é Legal”, outras personalidades e instituições – que prestam serviços com amor, generosidade e solidariedade à sociedade - também foram homenageados: Claudefranklin Monteiro (Historiador); Maria Heloisa Ballester (IBEM); TV Sergipe (Projeto Mãos Amigas); Centro de Valorização à Vida (CVV); Carlos Cabral de Andrade (in memoriam); Ricardo Andrade Gomes (in memorian) e Maria Ruth Wynne Cardoso - Tia Ruth (in memorian). 

Compartilhe:

Outras Notícias

Article show big 48461430550a6f90
Article show big bda3c6a011a1977f
Article show big de38ae03eaea20e1