Núcleo de Saúde da Defensoria de Sergipe recomenda que Município de Aracaju promova capacitação dos profissionais de saúde

Article show big 46d47366c81bf59b

 Defensora Pública, Carolina D´Ávila Mello Brugni

 

A defensora pública e diretora do Núcleo de Saúde da Defensoria Pública do Estado de Sergipe, Carolina D´Ávila Mello Brugni, expediu Recomendação à Secretaria de Saúde do Município de Aracaju para que promova, em caráter de urgência, capacitação específica dos profissionais de saúde para a recepção e manejo dos pacientes com sintomas do Coronavírus (COVIS-19), especialmente àqueles que trabalham nos postos de saúde e nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAS).

Segundo a defensora pública e diretora do Núcleo, a provisória situação de controle do COVID-19 no Estado de Sergipe ainda permite a adoção de medidas preparatórias contra a doença. “Nas medidas de prevenção e controle recomendadas pelo Ministério da Saúde constam recomendações a serem implementadas para prevenção e controle da disseminação do novo coronavírus durante o atendimento inicial, emergencial e de urgência, tal como consta na Nota Técnica nº 04/2020 da Anvisa. Os pacientes com sintomas do novo coronavírus que tenham necessidade do atendimento médico buscarão os postos de saúde devidamente habilitados e os Hospitais de médio porte (UPAs) Dr. Nestor Piva e Fernando Franco, para receberem esse pronto-atendimento”, ressaltou.

A Portaria nº 639/20 do Ministério da Saúde institui a Ação Estratégica "O Brasil Conta Comigo - Profissionais da Saúde", com objetivo de proporcionar capacitação aos profissionais da área de saúde nos protocolos clínicos do Ministério da Saúde para o enfrentamento do COVID-19.

“Há necessidade da observância dos protocolos recomendados pela OMS para os casos suspeitos de COVID-19, bem como os procedimentos médicos específicos a serem realizados nos pacientes”, destacou Carolina d´Ávila.

Compartilhe:

Outras Notícias

Article show big dd7be14eb0e91f42
Article show big 02778f2bdcf38d8b
Article show big f63f0f15f0e831b0